Estação compacta de tratamento de água

yellow flowers
Capacidades: 1,5L/s;5L/s;7L/s;12,5L/s
Aplicação: Tratamento de água
Modelo: 1VT;3VT;5VT;7Vt;12VT

 

 

Diatomácea - O super-filtro natural

 

A Terra diatomácea (DE ou Diatomite) filtração pré-capa é uma separação mecânica dos sólidos e micro-organismos da água bruta. Esse método tem sido amplamente utilizado para purificação de líquidos por mais de 100 anos.

O primeiro uso generalizado de Diatomácea para a produção de água potável foi realizada durante a Segunda Guerra Mundial. 

Mesmo sendo um dos quatro métodos originalmente listados pela USEPA para a remoção de patógenos resistentes ao cloro, muitos profissionais e reguladores no campo municipal não estão plenamente conscientes das capacidades desta tecnologia que é comprovadamente eficiente. As comunidades menores, com recursos limitados, estão se tornando mais conscientes da necessidade de filtrar suas fontes de água de superfície a um custo razoável, e filtração com a utilização de diatomácea é uma opção.

 

Diatomácea:

 

É bastante conhecido o emprego da “ terra diatomácea “ em quase todos os tipos de filtragem industrial, inclusive processamento de óleos, bebidas ( alcoólicas ou não ), solventes, etc. “ Terra diatomácea “ ou “ diatomita “ é uma forma hidratada de sílica composta de cascos ou conchas silicosas de diatomáceas, que são plantas aquáticas unicelulares de dimensões microscópicas. A diatomácea utilizada é proveniente de jazidas brasileiras, sendo facilmente encontrada no mercado nacional.

Graças a utilização da diatomácea como elemento básico no processo filtrante, o Diato-filtro Tetis vai além do simples tratamento da água por filtragem : fornece água potável com grau de pureza bacteriológica superior a 95%, bem acima das especificações sanitárias mínimas para utilização humana. Para garantir ainda mais esse processo o Diato-filtro Tetis apresenta em sua composição um dosador de solução que através do cloro completa a desinfecção da água após a filtração.

O Diato-filtro Tetis é excelente para recirculação e tratamento da água de piscinas de clubes, núcleos residenciais pioneiros, canteiros de obras, acampamentos, hospitais, cervejarias, escolas, instalações rurais, sítios e fazendas, instalações domiciliares, abertura de estradas de rodagem, conservação de estradas no interior do país, perfurações de poços petrolíferos, conservação das linhas ferroviárias, pequenas comunidades, etc..., a baixo custo e com maior confiabilidade e simplicidade.

 

Com ele, efetua-se :

 

- Filtragem para retenção de sólidos em suspensão, inclusive a materia orgânica oxidada.

- Cloração para desinfecção da água e oxidação das impurezas orgânicas.

- Correção do pH da água.

- Circulação eficiente e regular da água da piscina. 

- Baixa turbidez

 

TECNOLOGIA DIFERENCIADA:

 

As terras de diatomáceas (diatomita) são fundamentalmente carapaças remanescentes de algas diatomáceas. A diferença básica entre seu potencial de filtração comparada a outras, é a espessura e granulometria do meio filtrante. Nos leitos filtrantes de filtros rápidos de areia, por exemplo, os diâmetros das partículas variam entre 0,35 mm e 0,8 mm (350 a 800 micra). As partículas de terras de diatomáceas variam de 0,01 mm a 0,2 mm (10 a 200 micra), variando eventualmente para mais ou menos. A espessura da camada filtrante dos filtros rápidos é de 0,6 m, e dos lentos é de 1,0 m. Nos de terras de diatomáceas vai de 1,5 mm e 3,0 mm.

A sílica, que é o constituinte básico das partículas, é de resistência elevada, sendo as partículas rígidas e abrasivas. Após o processamento o produto final é de coloração branca ou cinzenta e pesa de 140 a 200 Kg/m3, quando molhado vai de 280 a 340 Kg/m3. Isso mostra o grande índice de vazios das terras de diatomáceas, o que lhe dá elevada permeabilidade. Numa graduação específica as partículas vão de 30 a 40 micra. Graças à diatomácea no processo filtrante, o diato-filtro fornece água potável com pureza bacteriológica superior a 95%, bem acima das especificações sanitárias mínimas para utilização humana. Para garantir ainda mais este processo o diato-filtro apresenta em sua composição um dosador de solução que através do cloro completa a desinfecção da água após a filtração.

Além dos diato-filtros, a TETIS desenvolve, em função das suas necessidades, filtros de areia, carvão ou outros sob consulta.

 
PROCESSO DE FILTRAGEM:

 

As velas do Diato-filtro TETIS foram projetadas com rigorosa precisão mecânica, garantindo uniformidade das características dimensionais e qualitativas. Assim asseguram fácil substituição após muitos anos de uso e intercambialidade entre os diversos modelos. As velas são revestidas de uma fina malha de aço inoxidável que garante o rápido recobrimento pela diatomácea. Introduzida na câmara filtrante, a diatomácea recircula com a água para iniciar o processo de recobrimento, aderindo totalmente à vela. A vazão é em funções das condições de operação do líquido filtrado em cada aplicação.

A lavagem do filtro e das velas é feita por descompressão da câmara de filtragem, sendo uma operação simples, rápida (uns poucos minutos) e perfeita. O lodo formado pelas impurezas retidas na superfície das velas é totalmente expelido para o esgoto. Graças à rapidez da limpeza, a operação do filtro é praticamente contínua.

 

Aqui está exemplificado um ciclo completo de tratamento de água com a utilização de dosadores de diatomácea e de hipoclorito e tanque de hipoclorito acoplados ao sistema de diato-filtro Tetis. Para quaquer necessidade em água potável ou água industrial. A Tetis garante os melhores resultados na obtenção da água tratada dentro dos mais rígidos padrões de potabilidade.

Benefícios do filtro de diatomácea:

* Baixos custos.
* Pequenas dimensões.
* Pode ser automatizado.
* Mantem os elementos que possibilitam a utilização da água para consumo humano. 
* Reduz o teor de sólidos orgânicos. 
* Simples de operar. 
* fornece água potável com grau de pureza bacteriológica superior a 95%.
* fabricados de acordo com a necessidade do cliente.
* Retem o “schistossoma mansoni” verme parasita que provoca a Esquistossomose.

 

MODELO
VAZÃO
m3/h
MOTOR
(Pot. Efet.)
HP
Dimensões Aproximadas do equipamento
COMPR.
LARG.
ALTURA
IV (E ou T)
1,5
1
1,00
0,7
1,37
3V (E ou T)
4,5
1,5
1,14
1,00
1,37
5V (E ou T)
7,5
2
1,50
1,10
1,37
7V (O ou T)
10,5
3
1,50
1,10
1,37
10V (E)
15,0
5
1,80
1,10
1,40
14V (E)
20,0
7,5
2,00
1,25
1,40
17V (E)
25,0
7,5
2,50
1,50
1,45

 

Alguns projetos:

 

Em Setembro de 1967, a Útil/Tetis entrega ao Exército 15 Mini-Estações transportáveis para o tratamento de água. Trata-se do Equipamento de Purificação de Água Útil/Tetis que tem como elemento principal de filtração a Diatomácea. As Mini-Estações já vinham sendo amplamente utilizadas pelas Forças Armadas há mais de 15 anos com sucesso nas mais adversas condições. Sua aplicação típica e o fornecimento de água potável em regiões atingidas por catástrofes como nas enchentes ocorridas na Região Sul do país. Por ocasião do terremoto do México uma equipe de apoio das Forças Armadas Brasileiras foi prestar socorro àquela cidade levando uma Mini-Estação transportável, abastecendo assim não uma, mas diversas comunidades, que a pedidos foi doada às Forças Armadas do México. Junto às Mini-Estações foram entregues também 15 equipamentos para analise de água que também já são utilizados com excelentes resultados há vários anos.Hoje as forças armadas já adiquiriram mais de 200 estações compactas.

 

Em 1991, houve uma epidemia de cólera no Brasil que começou no Norte e foi se alastrando por todo país. O Governo através da Fundação Nacional da Saúde e do Exército Brasileiro no combate a essa epidemia realizou um trabalho através do tratamento de água utilizando o equipamento de purificação de água da Útil/Tetis através da diatomácea, sendo o único equipamento que retém a cólera e o elimina através da cloração. Desde que o Exército Brasileiro adquiriu esse equipamento, ele vem sendo usado na ajuda a outros países, sendo por solicitação da ONU, ou por governos de países e situações de emergências, como o México, em função do terremoto; Angola; Nigéria; Haiti; Peru, quando na ocasião do surto de cólera e outros casos.

Em 2014 foram entregue 7 UMTAs à FUNASA, para serem utilizadas em situações de emergência e desastre natural.

 

Free Shipping